Você saberá definir o que sentiu, e o porquê, ao ler a história abaixo?

Confira:

 
“Cachorrinhos à Venda!" 
 
Era o que dizia o anúncio na porta da loja. E um menino entrou, e quis vê-los.

De trás da loja, saiu uma cachorra com seus oito filhotinhos.

Um deles estava ficando para trás.

O menino apontou o que estava mancando, e perguntou:

- O que aconteceu com o cachorrinho? 

- Ele tem uma perna defeituosa. 

O menino, emocionado, exclamou:

- É este o cãozinho que eu quero comprar!

Mas o homem, sem entender a escolha, com cara de desfeita, retrucou:

- Garoto... Ele nunca será capaz de correr e brincar como os demais. É um cachorrinho manco! Leve outro melhor!

Neste instante, o garotinho levantou vagarosamente sua calça e mostrou sua perna esquerda, mais curta, e também defeituosa. E de forma terna e alegre, como se estivesse acabado de encontrar um verdadeiro tesouro; disse ao comerciante:

- Eu também não posso correr muito bem, e o cachorrinho vai precisar de alguém que o entenda. Achei o meu cachorro!

Os olhos do homem se encheram de lágrimas, e emocionado, desconcertado, sorriu e disse:

- Filho, de coração, só espero que cada um destes filhotes tenha um dono como você!

Marcelo Pérez

 

Então... Acabamos capturados por sensações e sentimentos. A tecnologia evoluiu de forma surpreendente; porém, ainda, por vezes, nos comportamos, emocionalmente, como uma criança de três anos. Sentimos, mas não conhecemos bem o processo do sentimento. Quando se trata de lidarmos com as nossas emoções, ainda somos "Analfabetos Funcionais Emocionais", praticamente.  

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES SOBRE O LIVRO "A CORRENTE DO SORRISO - O ESPELHO"
  • Vânia De Stefano; Terapeuta Ocupacional:
    ...Pois é, há mais ou menos duas horas comecei a ler o seu livro e terminei agora a última frase.
    ...Taí uma prova do quanto a leitura do seu livro foi produtiva: estimulou minha imaginação e meu raciocínio, me fez perder o sono pois me empolguei em continuar a ler até acabar e acredito até que ajudou na estimulação de beta-endorfina, mesmo que eu prefira outros métodos.
    ...O mais interessante que achei foi a forma pessoal de como trata o leitor, na verdade senti que estava conversando... Em alguns instantes pude imagina-lo ao meu lado lendo alguns trechos.
    ...Concluo que este é um livro de leitura fácil e gostosa, divertido, com uma dose de humor especial e que aborda sentimentos conhecidos de uma forma diferente, dando a impressão de que você estava presente quando vivi determinada situação e descreveu como me senti e me orientou quanto a melhor forma de agir, mesmo que fosse a observação mais óbvia como manter o bom humor para atrair coisas boas, mas quando ditas por você que desde o início do livro demonstrou credibilidade, talvez por mostrar-se aberto, pude dar ouvidos e aceitar a "receita" como se fosse a primeira vez que a tivesse ouvido. 

  • Carlos Ayala; Cantor, Compositor: 
    Apreciado e talentoso amigo. Foi muito feliz na abordagem dos temas conflituosos dos nossos tempos.
 
  • Geraldo Generoso; Escritor, membro honorário ou correspondente das seguintes entidades culturais: Fundador da "Academia de Letras Flor do Vale; membro da Acad. Petropolitana de Poesia; membro da Acad. De Letras Menotti Del Picchia; membro do Mov. Cívico Brasileiro; correspondente do i.modelo, uma subsidiária da Globo/Bauru/SP; etc.:
    1- Estou lendo seu livro, caro Marcelo e encontrando pérolas que não podem ser deixadas no esquecimento... Abraço sincero, Geraldo Generoso. 
    2- Caro Marcelo Pérez, recebi ontem o seu livro "A Corrente do Sorriso/O Espelho", e apreciei muito a maturidade dos temas, a simplicidade com que você veste temas profundos, desventindo-os com lógica e colocando a nu todas as mazelas que acometem 90% da humanidade. Vc é um filósofo, uma pessoa que nos leva a compreender as razões humanas e entender que o coração também tem as suas (razões),como dizia Pascal.
  • Erlon Júnior: 
    Gostei !
    Um diamante bruto da língua Portuguesa. Contos, Poesias e Auto-Ajuda; original, e tudo junto!
    Uma obra de arte.Sentimento, dissertação - opinião. De um assunto tão "malhado" como este, finalmente algo diferente. Gostei muito, muito mesmo!
Opine! Formulário está na página "Contato".